INGREDIENTES

Você vai precisar de:

1 relógio de pulso analógico descartável que esteja funcionando, daqueles que vende em camelô para criança mesmo, que não custa nem R$10. É importante ser bem vagabundo (você irá quebrá-lo no fim do ritual).

1 vela amarela ou laranja.

Como fazer:

Em um dia que você esteja tranquilx e que ninguém vá incomodar você, fique quietinhx no seu quarto, introspectivx.

Acenda a vela e ofereça para uma linha de baianas ESPECIALISTA nesses casos de esquecer um amor, a linha das Tonhas do Morro. É uma linha raríssima e bem difícil de achar em terreiro. Na internet mesmo você não encontra nada dela. No meu tempo todo de umbanda só vi duas pessoas que incorporam uma baiana dessa linha.

É especialidade dessa linha. Chame por um espírito dessa linha. Uma das Tonhas ficará ao seu lado te dando amor e forças pra você conseguir.

Com a vela acesa, pegue o relógio que deve estar marcando a hora correta vigente.

A ideia é ir apagando o que vocês viveram do momento presente até o dia em que vocês se conheceram. Considere para cada ano que vocês se conhecem uma volta no relógio no sentido anti-horário.

Então será assim:

Comece voltando os ponteiros do relógio no sentido anti-horário muito muito muito lentamente. Enquanto você vai pensando e vivenciando tudo o que vocês viveram, da experiência mais recente até a mais antiga, as tristes, as felizes, as doces, as amargas, todas.

Na primeira volta, o ano mais recente. Na segunda, o ano anterior. Na terceira, o ano retrasado e assim respectivamente até terminar todas as lembranças de todos os anos, seguindo essa lógica de ir voltando os ponteiros no sentido anti-horário, uma volta a cada ano.

Não tenha pressa. É hora do luto e rito de passagem. É permitir-se caminhar nesse ritual.

Terminando o ritual, quebre o relógio e deixe ao lado da vela até terminar. Depois descarte em um jardim bonito.

*******************

Conheça também o Vauhass, servo astral especialista em memória, que pode te ajudar com esse tipo de intento.