Este é um exercício de energização básico que pode ser executado como parte de um ritual ou como um exercício auto-suficiente. É uma versão simplificada do Exercício do Pilar do Meio.

  1. Fique de pé, com braços para cima, ambos os olhos fechados, e cabeça também inclinada para cima.
  2. Visualize-se como uma única árvore de carvalho que se levanta numa planície desolada. Está escuro e as estrelas estão sobre você.
  3. Observas a tempestade de nuvem púrpuras que cobrem o céu sobre você, o vento fazendo teus ramos tremerem o ar está completo de sons de batidas de tambores dos trovões e tensão elétrica.
  4. A tempestade cresce violentamente – chega a um passo de te atingir e DE REPENTE um raio branco arranca um tosquinho de madeira sua te fazendo estremecer violentamente.
  5. Você sente a energia passar pelo teu corpo – por tuas raízes e desce nas profundidades da terra – a força da terra responde e você sente uma onda dinâmica de energia ir para cima; a seiva corre por tuas raízes.
  6. Sinta o impulso de forças acima e leva a tua consciência acima das estrelas até que você se torna, para um momento rápido, contudo infinito, uma estrela que brilha em espaço infinito.
    Derrube teus braços lentamente para cruzar o teu tórax, una os pés e coloque os dois primeiros dedos de sua mão direita sob seus lábios (o sinal de silêncio), e, ao se sentir tranquilo aproveite teu poder adquirido. Assim termina o exercício.

Ritual de aproveitamento da energia do Raio.