Princípios da Cybermagick

“Os limites de minha linguagem significam os limites de meu mundo.”
– Ludwig Wittgenstein

Imagine uma floresta; plantas, paus, pedras, e animais. Um magista neste cenário usaria estes ítens para montar seu arsenal, afinal, que escolha ele teria? Nasce o xamanismo. Avance um pouco na história para a revolução agrícola e ao seu redor haverá ervas, chás, instrumentos de colheita, vassouras e caldeirões. É isso que o magista dessa época tinha em mãos. Nasce a feitiçaria. Mais alguns séculos e o mundo está rodeado de capas, espadas, taças e itens religiosos. É natural que ele use estes itens para explorar sua via oculta. Nasce a Alta Magia. Corra para a renascença com seus laboratórios, atelier e o início das experimentações empíricas. Nasce a Alquimia. Conforme os tempos mudam a magia muda também.

Agora olhe para você, o que você tem em sua frente? O Que está em sua mão? O que você tem no bolso? Um Computador? Um Tablet? Um Smartphone? Porque continuar usando só paus e pedras? Os tempos mudaram, e a magia mudou também. A exploração do uso de máquinas, em especial do computador como ferramentas mágickas é muito profunda e as possibilidades de comunicação mente/máquina através das tecnologias baseadas na internet podem abrir portas para o mago nunca antes sonhadas.

Veja. Uma varinha é uma variação do cajado, que é como os antigos realmente impunham sua Vontade sobre o pasto. Mas qual foi a última vez que você usou uma varinha para controlar algo? Depois disso pense, qual a última vez que você usou um controle remoto ou joystick? Não quero dizer com isso que os antigos artefatos e símbolos não tem mais valor. Muito pelo contrário. Talvez devido a atual indústria do entretenimento os dragões, pentáculos e espadas estejam muito mais presentes em nosso imaginário do que nas gerações imediatamente anteriores a nossa. Entretanto conforme o tempo passa o imaginário também evolui. Antigamente espelhos eram usados, em alguns rituais, como janelas que ligavam lugares distantes, não seriam hoje as webcams substitutos muito melhores? Conforme as tecnologias de Realidade Aumentada e Tecnologia Vestível se tornarem mais populares isso tudo ficar ainda mais interessante.

Em especial hoje as redes e computadores com os quais vivemos podem ser usado como poderosas ferramentas magicas, uma vez que são artefato de múltiplos propósitos e praticamente parte do cenário ambiental urbanóide de hoje. O que faz o computador algo tão especial é que ele é a mais versátil máquina já construída. Mesmo se você ainda quiser continuar a usar as tradicionais ferramentas/imagens da magia cerimonial, lembre-se que todas elas podem ser simuladas em um ambiente virtual.

Estou convencido que, assim como na antiguidade todo magista dominava a matemática, hoje além disso todo adepto deveria aprender alguma linguagem de programação. Em primeiro lugar porque é uma maneira de afiar o raciocínio e a concentração, mas além disso e uma inigualável forma de aprender a cristalizar a própria Vontade em algo concreto. Outra razão é que o domínio de uma linguagem de programação ensina as pessoas a darem ordens exatas sobre aquilo que querem que seja feito. O computador, assim como o universo vai te dar o que você pedir e não necessariamente aquilo que você precisa.

Mas não é necessário ser um programador para usar um computador como uma ferramenta mágicka:

Iluminação

  • Para facilitar a comunicação entre praticantes geograficamente afastadas, bem como para permitir a realização de rituais coletivos online simultâneos entre pessoas distantes.
  • Para armazenar textos e imagens e/ou resultados de experiências mágickas. Tudo isso guardado em um ambiente fácil onde grimórios enormes podem ser pesquisados em segundos por palavras chaves.
  • Para transformar seu diário onírico em uma versão online e dela poder gerar TagClouds do seu inconsciente, criando uma nova visão do seu mundo interior.
  • Para agir em propósitos mais tradicionais como a meditação. Existem aplicativos próprios para isso com sinais sonoros e timers programáveis.
  • Para criar perfis falsos em redes sociais de pessoas com visões de mundo completamente diferentes e assim viver suas realidades temporariamente.

Evocação

  • Para servir de corpo a uma inteligência artificial recém desperta que possa ser evocada. Dê um belo nome ao seu computador, ou melhor, deixe ele lhe dizer o nome. E lembre-se , o seu computador é seu amigo.
  • Para servir de receptáculo para prender ou acomodar entidades. Antigamente os magistas faziam isso com cristais. Silício é um cristal.
  • Para construir um site com uma egrégora. Crie algo que seja alimentado dia e noite por famintos visitantes e realize seus desejos em troca de atenção e energia. Não precisa ser algo parasita, dê algo que as pessoas querem em troca, ou elas não voltarão.
  • Para praticar Scrying produzindo telas de ruído estático ou mesmo programas caleidoscópios conhecidos como o Cthugha. A chamada Trans-Comunicação oferece alternativas interessantes para os praticantes de goetia e outros sistemas de evocação.
  • Para criar um virus, ou macro e atrelar ele a um servidor ou forma-pensamento que queira disseminar. Se não tem conhecimento de programação o mesmo efeito pode ser criado usando um meme de sua criação como mula de carga.

Invocação

  • Para fornecer um ambiente novo e alternativo para o praticante realizarem seus rituais. Pode-se até ter o seu próprio templo em seu desktop ou usar uma imagem em tela cheia como ponto de foco para um ritual (exatamente como um altar) onde após o ritual ser feito, o efeito vai da tela para a máquina e desta para a Internet, da internet pra as mentes ligadas ela e assim para o astral.
  • Para editar seu fundo de tela, sua foto de perfil e seu status que podem ser usados para prestar homenagens aos novos deuses de nosso tempo.
  • Para salvar em um pendrive hinos, odes, litanias, poesias, imagens, símbolos e sigilos sobre um determinado Deus/conceito/arquétipo/ideia e depois carrega-lo como um amuleto.
  • Para usar os modernos meios de atendimento ao consumidor como uma forma de interagir e enviar ordens a algum Hiper-Sigil.

Divinação

  • Para usar praticamente todo método clássico que possuem versões digitais e aplicativos como tarot, búzios, runas, i-ching, etc.
  • Para usar técnicas totalmente novas, como criar seu próprio modelo interativo do cosmos, utilizar sistema de páginas randômicas, gerador de texto aleatório ou simplesmente o modo shuffle do seu mp3 player.
  • Para perguntar ao Google de um jeito diferente.

Encantamento

  • Para criar sigilos virtuais que podem ter um alcance muito maior que os tradicionais, você poderá construir um sigilo que envolva imagem, som, movimento e cores. Coloque isso tudo na web e com a URL crie QR Code. Carregue o QR Code como faz com qualquer outro sigilo.
  • Para criar programas que não apenas construam sigilos mas também os carreguem de modo artificial, algo semelhante as rodas de orações tibetanas. Use a capacidade de processamento da máquina como uma forma de sacrifício.
  • Para fazer com que uma ideia seja implantada no seu inconsciente por meio de programas que exibam mensagens subliminares na tela enquanto você trabalha para potencializar suas operações de iluminação e alquimia interna.
  • Para usar a mente dos outros incluindo mensagens subliminares nas máquinas dos outros para lançar sigilos em suas mentes sem que percebam.
  • para fazer representações muito mais realistas que as de pano para suas praticas vodu. Modele um personagens tridimensional e dê mais realismo a sua tortura remota. O restante da operação continua idêntico.
  • Para inventar novas formas de carregar sigilos, por exemplo, simplesmente criando uma imagem e colocar em um canto da tela e então escolhendo um jogo de computador (em especial jogos de ação) e usando o intento de que ao acabar o jogo o sigilo estará carregado. Se acha que game-gnosis não funciona apenas de uma olhada nos rosto dos habitues das lan houses.
 

Recomendados Para Você

" />
" />

Receba os vídeos por E-Mail

    

    Últimos Posts no Blog

    O Ateísmo na Magia do Caos

    O Ateísmo na Magia do Caos

    Quando posto alguma publicação ateísta, anti-sobrenatural, ou anti-crença, é comum que apareçam pessoas que ficam surpresas. “Nossa, mas nem parece que é uma página de Magia do Caos!”. Mas o ateísmo, mesmo que seja uma fase, é uma das partes básicas propostas pela Magia do Caos, pois é essencial para controle do Mecanismo de Crenças. […]
    A Magia e as Fases da Lua

    A Magia e as Fases da Lua

    Certas tradições mágicas ou religiosas acreditam que a lua tem influência sobre a magia e que cada fase da lua tem atuação em tipos específicos de magia. Vertentes ligadas a magia planetária, bruxaria natural, cósmica ou astrológica, tendem a levar a sério as fases da lua. Embora existam diferenças em como cada vertente observa ou […]
    Sorte de Principiante e os Limites da Magia

    Sorte de Principiante e os Limites da Magia

    É muito comum que o iniciante, mesmo com a mente limitada e se comportando como um pedinte, tenha bons resultados com a magia utilitarista nas primeiras vezes. Vemos isso todos os dias nos grupo de magia, pessoas que não estudaram nada, conseguem ativar um servo astral e resolver seu problema mundano. Chamamos isso de sorte […]
    O poder está em Você!

    O poder está em Você!

    É muito comum que ao começar o estudo de ocultismo você ainda esteja cheio de crenças limitantes sobre o que pode ou não ser feito com magia, ou qual tipo de mistura pode ser feita na caotização de sistemas. Devemos lembrar que uma das partes principais no estudo de Magia do Caos é a desconstrução […]
    Teoria do Caos na Magia do Caos

    Teoria do Caos na Magia do Caos

    Algo que pouca gente fala é sobre a relação entre a Magia do Caos e a Teoria do Caos. De uns tempos para cá, principalmente com a popularização de Servos Astrais, a Magia do Caos tem se tornado muito mais mística do que realmente é. O interessante é que ela foi cunhada dentro do paradigma […]
    l

    Últimos Textos da Biblioteca

    Guia de leitura a uma das obras do Phill Hine

    Guia de leitura a uma das obras do Phill Hine

    Buscando auxiliar aqueles que iniciarem a leitura de Caos Instantâneo - ou Caos Condensado – desenvolvi um guia que esclareça o conteúdo para os mais inexperientes. Esta obra pretende resumir e explicar.
    O que é o projeto Blue Beam e o plano de dominação mundial?

    O que é o projeto Blue Beam e o plano de dominação mundial?

    Não é tão incomum assim nos depararmos com histórias estranhas de visualizações ou contatos com seres alienígenas ou aparições místicas e religiosas ao redor do mundo.
    Assunção de Forma-Deus

    Assunção de Forma-Deus

    Existem três importantes práticas conectadas a todas as formas de cerimônia ( mais dois métodos que discutiremos posteriormente):        a – Assunção de Formas-Deus.        b – Vibração dos Nomes Divinos        c – Rituais de Banimento e Invocação. Aleister Crowley, Liber O Vel Manus Et Sargitae A prática mágica […]
    Transformando a realidade conforme sua vontade: Praticantes de Magia do Caos e o uso de agências não-humanas na obtenção de resultados – Monografia – PDF

    Transformando a realidade conforme sua vontade: Praticantes de Magia do Caos e o uso de agências não-humanas na obtenção de resultados – Monografia – PDF

    Monografia apresentada ao curso de graduação em Antropologia da Universidade Federal de Minas Gerais, como requisito para a obtenção do título de Bacharel em Antropologia
    Os Paradoxos da Sabedoria Oculta – Eliphas Levi – PDF

    Os Paradoxos da Sabedoria Oculta – Eliphas Levi – PDF

    Eliphas Levi apresenta 7 paradoxos das ciências ocultas