Trabalhando com Servos Astrais de forma orbital

Apesar da foto ser do Energizador de Sigilos ela é apenas para ilustrar essa forma de trabalhar.

Desde que comecei a trabalhar com servos públicos criei uma forma diferente de me conectar a eles, não trabalho com pedidos diretos, mas sim com a conexão com vários servos e ativação de habilidades nos momentos necessários.

Para isso primeiro me conecto com todos eles, não ao mesmo tempo, mas conforme vou acrescentando ao meu panteão interno. Essa primeira conexão pode ser feita de qualquer uma das formas descritas em Como se conectar aos Servos Astrais.

Os símbolos como satélites

A maioria das pessoas usam servos para tarefas específicas, normalmente com algum desejo em mente. O trabalho com servos orbitais é diferente, em geral é por invocação e não evocação, e também não se dá através de pedidos, como se eles fossem gênios da lâmpada, mas sim para adquirir suas habilidades.

A ideia é: você ativar a habilidade do servo que quiser, sempre que necessário. A ferramenta é a simples lembrança, manter os servos em mente, lembrar deles de forma que você se condicione a conectá-lo com certas atividades.

Portanto sempre que for estudar basta lembrar da The Librarian, A Professora, ou algum servo que você tenha feito. Ao ir pra balada já ativar a The Carnal apenas lembrando do símbolo dela. Ou quando estiver em uma situação de risco já deixar a Triz ou The Protector ativo. Tudo isso com a simples lembrança do símbolo, condicionando a lembrança com a invocação.

O principal é lembrar deles, para isso você deve conectar o servo a certas situações de sua vida.

Dicas de uso

Essa forma de trabalhar funciona bem para quem está no caminho do auto-desenvolvimento, aprendendo coisas novas, acabando com vícios ou cultivando virtudes. Em resumo para qualquer tipo de de trabalho de melhoramento contínuo.

A escolha se faz observando todas as habilidades necessárias para atingir seu objetivo final. Você pode usar tanto servos públicos como criados por você mesmo ou misturar tudo, inclusive com sigilos.

Você pode mantê-los visíveis até que você consiga lembrar deles sempre. Pode ser no papel de parede, desenhados, gravados no Energizador, etc. O que importa é você ficar lembrando deles todos os dias até que não precise mais ver os símbolos para lembrar.

Quanto mais você lembrar e usar, mais conectado com eles, e mais eles funcionam e se apresentam nos momentos necessários.

Banimento

Nesse caso o banimento se faz simplesmente quando você para de lembrar e usar, pois eles são alimentados exatamente pela lembrança e atenção.



Últimos Vídeos do Canal



Últimos Posts no Blog

Ritual Caótico do Choque de Egrégoras

Ritual Caótico do Choque de Egrégoras

O Ritual Caótico do Choque de Egrégora é essencialmente um Ritual de Assunção Forma-Deus, embora possa ser utilizado para qualquer fim que o operador quiser. O "Choque de Egrégora" no nome foi colocado para desmistificar a ideia de que egrégoras diferentes não podem trabalhar juntas, portanto o ritual não é para chocar engrégoras e sim para fazê-las trabalhar em sinergia para um mesmo propósito.
O que são Servos Astrais?

O que são Servos Astrais?

Servos Astrais podem ter os mais diversos conceitos dependendo do sistema, paradigma ou crença que você utilize. Na filosofia da Magia do Caos é convencionado que Servos Astrais são Formas-Pensamento. Diferente dos Sigilos que são apenas a representação de um intento (intenção, desejo), os Servos Astrais são representações de Habilidades, Características ou Arquétipos. Formas-Pensamentos são literalmente pensamentos que tomaram forma. Os pensamentos em […]
Contrato com Servos Astrais

Contrato com Servos Astrais

Muitas pessoas tem dúvidas sobre o tal “contrato” de ativação de servidores, mas rola uma confusão sobre a questão. O contrato do servidor é simplesmente a ficha do servidor, ou seja, ao criar o servo astral você faz o “contrato” que basicamente é a descrição das características do servidor e da forma como ele deve funcionar. No entanto […]
Ensaio sobre o EGO

Ensaio sobre o EGO

Dissecando o mecanismo do ego, para deixar de ser escravo desse mecanismo
Como criar um Servo Astral

Como criar um Servo Astral

Passo a passo de criação de um Servo Astral com seus requisitos essenciais e opcionais.


Últimos Textos da Biblioteca

A Origem do Satanismo na Maçonaria – PDF

A Origem do Satanismo na Maçonaria – PDF

Autor: Arthur Edward Waite Baixar A Origem do Satanismo na Maçonaria em PDF
A Difícil Missão de ser Ambidestro

A Difícil Missão de ser Ambidestro

A ideia de Mão Esquerda e Mão Direita vem do Vāmācāra Tantra (Tantra da Mão Esquerda) e do Kaulācāra Tantra (Tantra da Mão Direita); a primeira, diz respeito a deificar o que é comumente visto como demoníaco: “(...) comeis ricas comidas e bebeis vinhos doces e vinhos que espumam! Também, tomai vossa fartura e vontade de amor como quiserdes, quando, onde e com quem quiserdes!”; ou, como diria Menudo: “Não se reprima!”.
Anjos Fósseis – Alan Moore

Anjos Fósseis – Alan Moore

Fossil Angels é uma espécie de “ensaio-manifesto” que trata basicamente do estado da magia e espiritualidade no mundo atual, onde Alan traz críticas ácidas e contundentes a todos os demais magos e místicos, juntamente com conselhos preciosos e um otimismo implícito em relação a um possível futuro mais pleno de espiritualidade, tudo permeado com a mais fina ironia, numa linguagem por vezes rude e brutal, por vezes impregnada do bom humor britânico.
Manual da Baderna Mágicka – Magickando

Manual da Baderna Mágicka – Magickando

Manual da Baderna Mágicka é um manual prático de magia ativista feita pela galera do Magickando
Santos SÃO Servidores

Santos SÃO Servidores

Os santos católicos, assim como as entidades da Umbanda, são servidores.