O que é um Servo Astral?

Um Servo Astral é uma forma-pensamento, ou seja, um pensamento que tomou forma. Ele pode ser considerado como uma parte de você, trabalhando dentro da sua mente. Como uma nova personalidade que você cria. Como um fragmento do seu inconsciente. Ou pode ser considerado como um ser que passa a existir no plano astral, ou em alguma outra dimensão ou frequência energética. Lembrando que a versão simplificada, de que ele é um conjunto de características e habilidades condensadas em um símbolo, é a versão vista no sistema da magia do caos.

Como é um sistema aberto, o que o servo astral é, vai se adaptar ao seu paradigma. Então a primeira decisão que você faz no processo de criação de um servo astral é qual é a definição que um servo astral tem para você. O que ele é ou representa para você? Se vai ser um amigo imaginário, uma personalidade sua, um construto mental trabalhando no seu inconsciente, ou um ser que existe no astral. Isso não precisa ser anotado, você só precisa ter isso em mente.

Lembrando que quando o conceito de Servo Astral foi apresentado na Magia do Caos, a ideia era que ele fosse um ajudante mágico. Ou seja, um ser que vai te ajudar a estudar ocultismo e a fazer seus rituais mágicos. Você idealizaria o servo astral para te auxiliar nesse caminho. No entanto com a popularização dos servos astrais públicos as pessoas tem criados servos astrais para tudo.

Para entender mais sobre conceitos de Servos Astrais leia também o Guia completo sobre Servos Astrais Públicos

Qual o motivo de existência do seu Servo Astral?

A próxima parte é você decidir o que você quer daquele servo astral. Você está fazendo um servo astral para quê? Para te dar sabedoria? Para te ajudar a aprender magia? Para obter autoconhecimento? Para se aproximar do seu SAG? Para adquirir alguma nova característica ou habilidade? Para que ele seja seu conselheiro? Para que ele te proteja? Para que ele te energize? São inúmeros motivos que podem levar as pessoas a criar o servo astral, apenas saiba o que você quer dele.

Características e Habilidades

Então você escolhe quais seriam as habilidades desse servo, baseado no motivo de tê-lo criado. Embora seja mais eficiente criar um servo astral a partir de habilidades ou características que você já tem, e que quer dominar ou potencializar. Não há problema em criar um servo astral com habilidades que você não tenha, afinal conforme você vai alimentando o servo astral, você vai conseguir adquirir essas habilidades. Inclusive essa é a forma mais comum que as pessoas criam servos astrais, pois querem adquirir habilidades que ainda não tem.

Para facilitar vou usar um exemplo de criação de servo astral tornando público um servidor que está dentro de mim há um tempo, que é o Tecnomago. No meu paradigma ele é uma parte de mim, uma de minhas personalidades. Eu o construí com a ideia de melhorar minhas habilidades na tecnomagia. Suas características principais é que ele é um perito em tecnologia, principalmente internet, e utiliza esse conhecimento para unir tecnologia com magia e assim facilitar os rituais mágicos. Ele tem conhecimento do funcionamento da internet, de lógica de programação e também de magia mental e simbólica.

Lembrando que o local onde ele foi criado é em minha mente, mas agora que se tornou público, ele está assentado na página dele no site. Mas você pode escolher qualquer tipo de local. Ele poderia, por exemplo ser assentado em meu computador, no meu celular, ou no site, na internet ou no plano astral. Isso só para exemplificar os locais possíveis de assentar o servo astral, mas onde ele “está” você que vai escolher.

Criando o nome do Servo Astral

Sem nome

O nome do servo astral você pode escolher intuitivamente, ou cria-lo junto com criação do seu símbolo da mesma forma que criamos sigilos mágicos. Você pode ler mais sobre técnicas de criação de Sigilos Mágicos aqui no blog ou no canal. Aqui vou apresentar uma das formas mais populares só como exemplo.

Primeiro você condensa as principais características do servo astral em apenas uma frase, como por exemplo “União de tecnologia com Magia” faz o corte de letras repetidas “UNIAODETCLGM” e reordena como quiser, ficando, por exemplo, como Tecnodulmagi. Depois pode utilizar as letras para fazer o sigilo livre, ou baseando em quadrado mágico, roda da bruxa, ou outra técnica que souber.

No caso do Tecnomago eu escolhi o nome intuitivamente, sem utilizar a técnica de sigilização. O sigilo dele poderia ser feito utilizando as variadas técnicas de sigilização, ou fazendo de forma intuitiva ou indicial. Eu escolhi fazer de forma indicial, coloquei duas telas, e nelas tem escrito em binário a palavra “tecno magia”.

O que o Servo Astral consegue fazer?

Agora você vai expandir as características dele, falando um pouco sobre aquilo que ele consegue fazer. No caso do Tecnomago, por exemplo, ele tem a capacidade de utilizar qualquer tipo de objeto tecnológico para fazer magia, seja pela funcionalidade intrínseca do objeto, ou pela egrégora da tecnologia. Além disso ele também tem conhecimento de vários sistemas mágicos tradicionais e consegue combinar o que há de antigo, com o que há de novo, ao estilo cyberpunk.

Também deixe claro a forma de atuação do Servo Astral, ou seja, o que ele faz na prática, como é sua atuação. O Tecnomago, por exemplo, vai ajudar a aprender mais sobre tecnologia, comunicação e tecnologia da informação. Ensina a utilizar a internet de forma mais eficiente e a dominar as ferramentas básicas ou complexas de qualquer site ou aplicativo, além de ajudar na compreensão de lógica de programação e no aprendizado de linguagens de programação. Ele também melhora a criatividade do magista para descobrir novas formas de fazer a união da magia com a tecnologia. Bem como aumenta a eficiência na utilização de ferramentas tecnomágicas. De bônus ele facilita o acesso à internet, seja melhorando a velocidade, estabilidade, ou propiciando pontos de conexão onde você estiver.

Tendo nome, símbolo, habilidades e local de “existência” definidos, você já pode considera-lo como pronto para ser ativado e alimentado.

Características opcionais para o Servo Astral

Ativação e Alimentação

Como já falei outras vezes, qualquer servo astral pode ser ativado ou alimentado da forma como você quiser ou for mais efetiva para você. Mas, opcionalmente, você pode definir uma forma específica de ativação ou alimentação do servo. Lembrando que pode ser qualquer forma que quiser. O Tecnomago, por exemplo, foi ativado com a criação da primeira ferramenta tecnomágica do Caotize-se, o sistema de meditação com servos astrais e posteriormente foi alimentado com aprendizado em programação, criação de novas ferramentas e sempre que eu estiver aprendendo algo ligado à área de tecnologia da informação. A forma básica de alimentação do Tecnomago é através da ferramenta do site. Mas obviamente ele pode ser ativado e alimentado de qualquer forma que você quiser.

Lembrando que Ativação é quando você “liga” o servo astral, quando o coloca em funcionamento. Alimentação é dar atenção a ele, depois que ele tiver ativo. Tanto a ativação quanto a alimentação podem usar o mesmo método, a diferenciação é puramente conceitual. Formas comuns de ativação e alimentação: Queimar o sigilo, olhar para o sigilo enquanto se masturba ou goza, meditar olhando o sigilo, acender uma vela sobre o sigilo, acender um incenso sobre o sigilo, desenhar o sigilo (sim, o próprio ato de desenhar o sigilo a mão, pode ser um ato de ativação se você quiser), falar o mantra do servo, etc.

Banimento e Destruição

Você sabem que podem banir qualquer servo astral da forma como quiserem/souberem. Mas opcionalmente você pode criar uma forma específica de banimento para o seu servo astral, geralmente é algo simples como queimar ou rasgar o sigilo, ou dizer uma frase, mas você pode estipular o banimento da forma como quiser.

Você pode definir uma forma de destruição do servo astral também. Mas isso é opcional. Existe uma lenda que servos astrais só podem existir por até 3 anos, mas isso depende de sua crença. Você pode dar uma data de validade, ou criar uma forma de destruição. Lembrando que a forma de destruição é diferente de banimento. A destruição é quando o servo astral vai deixar de existir, enquanto o banimento é quando você vai deixar de usar a energia dele por algum tempo.

Personalidade e História

Outras etapas opcionais da criação é a de dar mais características e personalidade ao Servo Astral. Se você tiver experiência com RPG, você pode criar um Servo Astral mais ou menos como uma ficha de personagem, com todas as características, habilidades, personalidade e história de vida. Pois quanto mais detalhado você criar o servo astral, mais fácil de dar vida a ele, portanto você pode também dar uma personalidade a ele e características visuais. Ex: O Tecnomago nasceu na era pré internet, por isso no início de seus estudos de ocultismo ele adquiria conhecimento de forma tradicional, através de livros. Ao longo do estudo ele entendeu que informação é magia, portanto deu continuidade a seus aprendizados em todas as áreas da comunicação, principalmente na tecnologia da informação.

Conexão com outras egrégoras

Outros elementos que você pode utilizar na criação, são as bases do conhecimento de algum sistema mágico que você domine e dar a ele o poder de alguma egrégora. Por exemplo se você acredita em astrologia você pode dar signo, ou até mesmo fazer o mapa astral do servo. Se usar sistemas planetários pode conectá-lo a algum planeta. Se gostar de pedras pode conectá-lo a uma pedra específica, incenso, ou a uma cor, ou uma música, criar uma oração ou mantra. Ou até mesmo conectar a uma egrégora de algum deus ou entidade de qualquer panteão que você se identifica. O Tecnomago poderia ser conectado a Hermes, por exemplo, ou Hefesto, ou The Tecnhnical Boy (de Deuses Americanos). Bom, vocês entenderam.

Aparência

Não é necessário dar aparência ao servo astral, mas podemos imaginar como ele seria visualmente. Inclusive ele não precisa ser necessariamente humanoide, pode ter a forma que você desejar. A imagem ilustrativa do servo também é opcional e você pode pegar uma imagem da internet que se pareça com sua imagem mental sobre o servo, desenhar o servo à mão ou no computador, ou criar sua forma em um dos vários sites ou jogos onde tem criação de avatar. Tudo isso é opcional e decidido por você. No caso do Tecnomago eu busquei uma imagem que achei que se parecia com a imagem mental que eu tenho dele.

Resumo e conclusão

Em resumo os requisitos essenciais são nome, símbolo, habilidades e forma de atuação. As opcionais são características e personalidade. Forma especifica de ativação e alimentação. Conexão com outras egrégoras, sejam astrológicas, minerais, planetárias, entidades, divindades, músicas ou o que mais você quiser. Tempo de vida. Forma de banimento. E forma de destruição.

Depois de tudo bonitinho você faz o ritual de ativação escolhido, e então vai alimentando. Lembrando que conforme você vai alimentando o servo astral ele pode ir evoluindo e adquirindo novas características dependendo da relação que você tem com ele, a não ser que você defina para que ele não modifique sua essência.

Lembrando que você pode mantê-lo pelo tempo que quiser, ou que tiver energia para alimentá-lo, você pode dar a ele livre-arbítrio ou não, considera-lo seu amigo imaginário, uma outra personalidade, ou como um ser que vive em outro plano. É você que define.

Caso queira ver a ficha do Tecnomago para tirar de exemplo, ela já está no site, esse eu coloquei bem completinho e separei as partes essenciais das opcionais, justamente para manter de exemplo.

E é isso lindos e lindas do meu coração, espero que eu tenha lembrado de passar em todos os pontos importantes na criação de um servo astral, mas se tiverem mais alguma dúvida é só comentar.