O Arqueiro

Meditar com o Símbolo

Para entender como funciona esse processo leia as instruções.
X
Sigilo - O Arqueiro – Defesa das Comunidades – Servo Público - Magia do Caos
Sigilo - O Arqueiro - Os Quarenta Servidores de Tommie Kelly - Magia do Caos

Defesa das minorias, indígenas, quilombolas, manifestantes...

Descrição

O Arqueiro: Defesa das comunidades. Violência. O que toma a frente da guerra armada.

O Arqueiro foi criado para ajudar em conflitos armados e brigas físicas, especialmente conflitos armados contra minorias (indígenas, quilombolas, manifestantes). Ajuda a derrotar o inimigo e protege os mais desprotegidos. Ele pode ser ativado quando uma determinada comunidade é atacada. Pode trabalhar junto com outros servidores de proteção ambiental, se necessário.

Você pode pedir ajuda a esse servidor quando perceber conflito e brigas físicas em que um grupo esteja em desvantagem com relação a outro grupo opressor, e foi inspirado em brigas e conflitos entre indígenas e grileiros. Pode ser usado contra ataques a comunidades tradicionais (indígenas e quilombolas) por grileiros e militares, ou quando se inicia um conflito físico na rua, por meio de agressões injustas por parte da polícia.

Correspondências: Ele tem correspondência com o Deus Anhangá, do panteão Tupi Guarani, conhecido por punir caçadores e proteger animais da floresta, e Pytajovái, deus da guerra e da bravura.
Cor: Vermelho.
Carta do Tarot: Cavaleiro de Espadas.

Personalidade

O Arqueiro é astuto e destemido. Ele tem o entendimento que precisa ser sempre corajoso e ousado para defender os menos favorecidos, em especial os integrantes de comunidades tradicionais. Ele sente sempre a necessidade de impedir que as comunidades tradicionais percam suas terras, e impedir o avanço daqueles que queiram lhes fazer algum mal.

Aparência: Um homem forte, de aparência indígena, pele avermelhada, com um cocar de penas vermelhas na cabeça, pinturas corporais indígenas por todo o corpo, com atenção à listra vermelha sobre os olhos, símbolo do Brasil e da Guerra. Possui um arco de cerca de 2M, e uma aljava feita de pele de onça, contendo penas coloridas nas costas.

O arqueiro tem permissão para quebrar o contrato a qualquer momento, se:
I. O contratante pedir de alguma forma ajuda a atacar alguma comunidade tradicional;
II. ajudar pessoas que exploram terra,
III. ajudara explorar meios naturais.

Habilidades mágicas

Ele tem a habilidade de fazer com que as armas de fogo e bombas dos opressores falhem na hora do conflito contra comunidades tradicionais. Também pode interceder para os espíritos que habitam a natureza que ajudem as comunidades hostilizadas de alguma forma (Tomem cuidado ao pedirem isso. A natureza pode ser hostil. Pragas porem ocorrer, doenças, tempestades. Já soube de casos de espíritos que puniram humanos com doenças, por retirarem pedrinhas da natureza como lembrança, sem lhes pedir permissão).

Tempo de vida: Indeterminado.

Método de Dissolução do servidor (Destruição): Desenergização/Destruição da energia da pedra em que ele se encontra.

Residência: Caixa de madeira no meu altar. Pretendo mover ele e os irmãos mais pra frente para uma residência um pouco maior.

Magick

Ativação

A ativação desse servidor pode ser feito com velas, Reiki, energização do Sigilo (você pode meditar com o sigilo, colocando nele todo o sentimento de injustiça que você tem a respeito da hostilidade que as comunidades estão passando). Você também pode fazer oferendas de ervas e tabaco, ou escrever seu sigilo no vaso de uma planta para que ele receba energia através desta. Este em específico pode receber novenas de velas (de qualquer cor) a fim de proteger determinada comunidade que o(s) contratante(s) pedir(em).

Alimentação

O Arqueiro é alimentado caso você esteja fazendo uma novena, ou enquanto a vela de seu ritual estiver queimando, ou todas as vezes que você der atenção a ele ou pensar em seu sigilo. Ele também se alimenta de todo o sentimento de injustiça que se acumula no inconsciente coletivo quando uma tribo, quilombolas ou manifestantes são atacados. A indignação coletiva é seu maior combustível.

Autor: Cyntia Prist

Links Externos

Dê uma nota 🙂
RuimBomÓtimoFanstásticoDivino (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Arte - O Arqueiro - Magia do Caos