Ritual Cigano das Três Pirâmides

PRA QUE SERVE O RITUAL DAS TRÊS PIRÂMIDES CIGANAS?

É o ritual das três pirâmides ciganas. É feito em casos urgentes, em que o que vocês necessitam é um “milagre”. Sabe aquela situação em que vocês já tentaram de tudo e não conseguiram? Sabe aquilo que vocês fariam “só em último caso” ou aquilo que vocês consideram como “uma entrega grande pros ciganos”? Quando a coisa tá tão feia que nem servidor tá dando conta sozinho? Quando a solidão bateu na porta e você abriu? Quando aquela fatura vai bombar no fim do mês?

Resumindo: quando você precisa de um “milagre” dos ciganos. Essa entrega é pra pedir essa forte intervenção. É uma magia poderosíssima, apesar de muito simples, pois vai direto na fraternidade ancestral dos grupos ciganos.

***********************

SOBRE AGRUPAMENTOS CIGANOS, CORES E MANJAR PARA ESSES POVOS

Antes do ritual em si, vale a pena falamos um pouco sobre os agrupamentos ciganos que existem no Brasil, sobre características de cada um e sobre o manjar. Assim entenderemos os motivos pelos quais cada elemento será usado nessa receita.

Atualmente, temos 3 tipos de grandes agrupamentos no país. Vou dar características gerais de cada povo.

1. Os calons – vieram sobretudo da turquia e península ibérica. Normalmente vivem em acampamentos em áreas em que haja muito fluxo de pessoas, o que facilita seu comércio. Tem localizações muito próximas às pessoas em situação de rua, que também buscam por áreas protegidas e próximos de aglomerações de pessoas. E sofrem tanto preconceito quanto essas pessoas. Mas eles não são pessoas em situação de rua, são um povo tradicional que possui uma moradia como acampamento móvel. O acampamento é sua casa. Sua cultura lembra muito a cultura indiana e egípcia. Usam todas as cores nos vestuários, mas há uma predominância de tons de amarelo a laranja.

2. Os Roms/Roma – tiveram uma forte miscigenação entre os próprios povos ciganos antes de virem ao Brasil. E foram os primeiros entre os ciganos a chegarem. E, uma vez aqui, também se miscigenaram com os brasileiros. É o povo com jeito mais ocidental entre todos, muitos inclusive fizeram residência fixa no país. Mas muitas famílias ainda resistem com sua cultura de origem em sua maioria originada do leste europeu. Em varias cidades temos ao menos um bairro com forte presença cigana. É muito comum muitos terem adotado até um modo de vida mais oriental, para vocês terem ideia, na cidade de Campinas/SP na década de 90 havia uma Igreja Evangélica Pentecostal Comunidade Cigana, onde iam as mais de 400 famílias que moravam lá na época. Por alguns serem cristãos, passaram a adorar Santa Sara como uma santa católica. Eu mesmo, Pierre, fui convidado a ir em um velório de uma matriarca Rom aqui em SP há dois anos, e a cerimônia foi católica e feita por um padre vestindo uma batina colorida. Tudo adaptado para seus costumes. Há também a tradição dos circos nestes grupos. Usam todas as cores no vestuário, mas há uma predominância de tons azul a roxos.

3. Os Sitis – são os que possuem a cultura mais parecidos com os franceses e alemães. O que se destaca é a família como um núcleo indivisível e fundamental para o grupo. São muito mais fechados e restritos com relação à miscigenação. São no geral bem conservadores e tem papéis de gêneros bem definidos. Diz-se que homem lê tarot e mulher lê mão. Há famílias que sequer permitem o oposto. Usam todas as cores nos vestuários, mas as cores mais sobressalentes são tons de verde a vermelho.

Tem vários textos pra pesquisarem sobre se vocês tiverem interesse. Por exemplo: o site embaixada cigana, um artigo lindo do Rodrigo Corrêa Teixeira sobre a História dos Ciganos no Brasil. No campo da ciência social é um grupo tradicional e tem vários estudos sobre.

Bem, segundo minha amiga cigana idosinha, uma das únicas coisas que é comum enquanto comida para todos os grupos é o que? Isso mesmo. O manjar.

E a hora de comer o manjar é uma hora de união e fraternidade, onde os laços se estreitam e a solidariedade reina. É um dos alimentos que se oferece para Santa Sara. Nesse sentido, qualquer semelhança com o manjar ofertado para Iemanjá não é uma grande coincidência.

Manjar é a comida que unifica todos os povos.

O leite do manjar traz uma representação do sagrado. Vem da vaca que é sagrada na índia (muitos ciganos vieram dessa região). Representam a pureza dos pedidos, a perfeição espiritual. E o cuidado da mãe com seu filho ainda frágil, do leite materno. O milho representa a fartura e a prosperidade, a perfeição da terra, tão fundamental para que várias culturas se desenvolvessem no mundo, inclusive a cigana. E o açúcar, que traz consigo uma doçura que deve ser a doçura de viver despreocupadamente a vida, uma vida boa de ser vivida.

Por fim, as pirâmides ressaltam a própria origem primeira desse povo. Cigano e gitano são palavras que etimologicamente informavam que “vieram do egito” e da Índia. As pirâmides para eles representam a ligação do céu com a terra.

***********************

INGREDIENTES

Para o manjar:

  • 400ml de leite de coco
  • 3 xícaras de chá de leite integral
  • 6 colheres de sopa de amido de milho (maisena)
  • 10 colheres de sopa de açúcar
  • 2 colheres de café de essência de baunilha / 01 fava da baunilha se você é riquíssima

Para as pirâmides:

  • 01 folha de papel mais grossinho amarela ou laranja
  • 01 folha de papel mais grossinho azul ou roxo
  • 01 folha de papel mais grossinho verde ou vermelho

Para o resto da entrega:

  • 01 prato/travessa descartável
  • 01 vela palito prata, branca, dourada, amarela ou laranja.

Parece muita coisa, mas tirando as folhas de papel e a travessa descartável/prato é muito comum ter todo o resto em casa. Então a receita, no fim das contas, é bem baratinha. Com uns R$15 no máximo é possível fazer.

***********************

MODO DE PREPARO

Primeiramente, transpasse o esquema de dobradura ao lado à lápis nas folhas de papel grossinho que vocês compraram e recortem os esquemas da pirâmide.

Dentro desses esquemas de pirâmides recortados, escreva à lápis seus pedidos em todos eles. Coloque toda sua necessidade nessas áreas que serão as áreas internas da pirâmide.

Assim que escrever seus pedidos, dobre esses esquemas com a parte dos pedidos para dentro. Deixe pronto e coladinho as 3 pirâmides com as cores escolhidas NÃO COLANDO A ÚLTIMA PARTE DA DOBRADURA.

Essas 3 pirâmides serão os receptáculos do manjar que vocês farão então repito: colem tudo da dobradura da pirâmide, mas deixe um dos lados sem colar pois o creme do manjar ficará dentro da pirâmide.

Ou seja, uma delas amarela ou laranja, outra azul ou roxa e a última verde ou vermelha. Todas com os pedidos escritos dentro. E com uma boquinha aberta esperando colar, como se fosse um potinho.

Com essa parte pronta, você vai cozinhar o manjar.

É bem fácil. Tirando a maisena, leve todos os outros ingredientes para a panela. Quando estiver fervendo, coloque o fogo no morno/baixo e adicione a maisena diluída em um pouco de leite. Cozinhe por 5min SEM PARAR DE MEXER senão empelota.

Vai ficar um creme bem espesso tipo um mingau grosso.

Com CUIDADO PARA NÃO SE QUEIMAR, protegendo sua mão, encha as 3 pirâmides de papel grossinho com esse “mingau” e, agora sim, lacre as pirâmides. Por isso o papel tem que ser grossinho, pra aguentar o mingau. Deixe na geladeira pelo menos 3h pra ficar durinho.

O que sobrar do mingau, coloque numa forma untada para você e sua família consumir.

Horas depois, com as 3 pirâmides preenchidas com manjar, na sua casa (para quem não se importa de colocar em casa) ou perto de uma praça com árvore bem bonita, vai fazer banimento, colocar o prato no chão, as pirâmides em cada parte do prato formando um triângulo (a amarela ou laranja para os Calons; a azul ou roxa para os roms; a vermelha ou verde para os Sitis) e a vela no meio.

Vai acender a vela e clamar seu milagre para todos esses povos ciganos. Que todos os espíritos dos 03 grupos ciganos ouçam seu pedido de um milagre e sentem pra receber sua homenagem e te ajudar. Expliquem a situação que vocês estão, o que vocês precisam, como precisam, porquê precisam e quando. Com essa homenagem aos 03 povos, termine pedindo a Santa Sara protetora dos ciganos a benção para todos.

Vá embora e coma assim que possível o que sobrou do manjar com sua família ou amigos.

 

Recomendados Para Você

" />
" />

Receba os vídeos por E-Mail

    

    Últimos Posts no Blog

    O Ateísmo na Magia do Caos

    O Ateísmo na Magia do Caos

    Quando posto alguma publicação ateísta, anti-sobrenatural, ou anti-crença, é comum que apareçam pessoas que ficam surpresas. “Nossa, mas nem parece que é uma página de Magia do Caos!”. Mas o ateísmo, mesmo que seja uma fase, é uma das partes básicas propostas pela Magia do Caos, pois é essencial para controle do Mecanismo de Crenças. […]
    A Magia e as Fases da Lua

    A Magia e as Fases da Lua

    Certas tradições mágicas ou religiosas acreditam que a lua tem influência sobre a magia e que cada fase da lua tem atuação em tipos específicos de magia. Vertentes ligadas a magia planetária, bruxaria natural, cósmica ou astrológica, tendem a levar a sério as fases da lua. Embora existam diferenças em como cada vertente observa ou […]
    Sorte de Principiante e os Limites da Magia

    Sorte de Principiante e os Limites da Magia

    É muito comum que o iniciante, mesmo com a mente limitada e se comportando como um pedinte, tenha bons resultados com a magia utilitarista nas primeiras vezes. Vemos isso todos os dias nos grupo de magia, pessoas que não estudaram nada, conseguem ativar um servo astral e resolver seu problema mundano. Chamamos isso de sorte […]
    O poder está em Você!

    O poder está em Você!

    É muito comum que ao começar o estudo de ocultismo você ainda esteja cheio de crenças limitantes sobre o que pode ou não ser feito com magia, ou qual tipo de mistura pode ser feita na caotização de sistemas. Devemos lembrar que uma das partes principais no estudo de Magia do Caos é a desconstrução […]
    Teoria do Caos na Magia do Caos

    Teoria do Caos na Magia do Caos

    Algo que pouca gente fala é sobre a relação entre a Magia do Caos e a Teoria do Caos. De uns tempos para cá, principalmente com a popularização de Servos Astrais, a Magia do Caos tem se tornado muito mais mística do que realmente é. O interessante é que ela foi cunhada dentro do paradigma […]
    l

    Últimos Textos da Biblioteca

    Guia de leitura a uma das obras do Phill Hine

    Guia de leitura a uma das obras do Phill Hine

    Buscando auxiliar aqueles que iniciarem a leitura de Caos Instantâneo - ou Caos Condensado – desenvolvi um guia que esclareça o conteúdo para os mais inexperientes. Esta obra pretende resumir e explicar.
    O que é o projeto Blue Beam e o plano de dominação mundial?

    O que é o projeto Blue Beam e o plano de dominação mundial?

    Não é tão incomum assim nos depararmos com histórias estranhas de visualizações ou contatos com seres alienígenas ou aparições místicas e religiosas ao redor do mundo.
    Assunção de Forma-Deus

    Assunção de Forma-Deus

    Existem três importantes práticas conectadas a todas as formas de cerimônia ( mais dois métodos que discutiremos posteriormente):        a – Assunção de Formas-Deus.        b – Vibração dos Nomes Divinos        c – Rituais de Banimento e Invocação. Aleister Crowley, Liber O Vel Manus Et Sargitae A prática mágica […]
    Transformando a realidade conforme sua vontade: Praticantes de Magia do Caos e o uso de agências não-humanas na obtenção de resultados – Monografia – PDF

    Transformando a realidade conforme sua vontade: Praticantes de Magia do Caos e o uso de agências não-humanas na obtenção de resultados – Monografia – PDF

    Monografia apresentada ao curso de graduação em Antropologia da Universidade Federal de Minas Gerais, como requisito para a obtenção do título de Bacharel em Antropologia
    Os Paradoxos da Sabedoria Oculta – Eliphas Levi – PDF

    Os Paradoxos da Sabedoria Oculta – Eliphas Levi – PDF

    Eliphas Levi apresenta 7 paradoxos das ciências ocultas